A atuação do estado e as políticas públicas para os camponeses

  • Daiane Alencar Silva Doutora em Geografia pela Universidade Federal da Grande Dourados. Docente da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Resumo

Esse artigo visa contribuir para o debate sobre a atuação do Estado, das políticas públicas e os direcionamentos dessa articulação para os camponeses, tendo em vista as relações existentes no aparato estatal e a presença de classes antagônicas com interesses distintos, que podem ser observados na formulação e implantação de políticas públicas destinadas ao agronegócio e ao campesinato. Nesse sentido, traz-se uma revisão teórica e a utilização de entrevista realizada durante pesquisa de campo para complementar a discussão apresentada. Com isso, pode-se concluir que o Estado é resultado de contradições existentes dentro da sua própria estrutura, observáveis através da existência de classes antagônicas, disputa de poder e elaboração de políticas públicas que subordinam os camponeses ao capital, em vez de permitir-lhes a autonomia. Palavras-chave: Autonomia. Camponeses. Estado.  

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-03
Como Citar
Alencar Silva, D. (2019). A atuação do estado e as políticas públicas para os camponeses. Semina - Revista Dos Pós-Graduandos Em História Da UPF, 18(2), 117- 132. Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ph/article/view/10325