A produção de vinhos no espaço agrário do sul do Brasil: uma abordagem sobre a Serra Gaúcha e a Campanha Gaúcha

  • Vanessa Manfio Doutora em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Vinício Luís Pierozan Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil e professor na rede municipal de Canoas/RS

Resumo

O presente artigo tem como objetivo central analisar a produção de vinhos no estado do Rio Grande do Sul em duas regiões vitivinícolas com particularidades distintas uma da outra: a Serra Gaúcha e a Campanha Gaúcha. Na primeira, a vitivinicultura faz parte da cultura italiana que colonizou a região e os vinhos são reconhecidos mundialmente pela sua originalidade e qualidade. Na segunda, o desenvolvimento da vitivinicultura está centrado nos estudos edafoclimáticos e no interesse de complementar a atividade de pecuária bovina, presente na grande propriedade rural da região. Para nortear a discussão destas duas realidades foi utilizada a pesquisa descritiva, partindo do trabalho de campo e revisão de literaturas, descrevendo e analisando os fenômenos. Palavras-Chave: Vitivinicultura; Serra Gaúcha; Campanha Gaúcha.  

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-03
Como Citar
Manfio, V., & Pierozan, V. (2019). A produção de vinhos no espaço agrário do sul do Brasil: uma abordagem sobre a Serra Gaúcha e a Campanha Gaúcha. Semina - Revista Dos Pós-Graduandos Em História Da UPF, 18(2), 79 - 97. Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ph/article/view/10323