Histórico do periódico

A Revista Semina - Cadernos dos Pós-Graduandos em História da Universidade de Passo Fundo, teve sua primeira publicação no ano de 2001, quando os alunos da primeira turma do Mestrado em História do PPGH-UPF, que iniciaram em 1999, terminavam seus trabalhos de dissertação. A intenção era a divulgação dos trabalhos dos mestrandos, sendo que no decorrer do curso estes produziam seus artigos científicos e eram incentivados a publicá-los. Assim, a Semina vinha ao encontro dos objetivos dos discentes e também do Programa de Pós-Graduação.

A denominação escolhida para a revista, “Semina”, é uma alusão a tudo o que diz respeito à região e ao regional. A escolha possibilita a relação do título da revista com os trabalhos desenvolvidos pelos discentes, tendo em vista a área de concentração do programa, História Regional e Fronteiras, bem como abre um amplo leque de possibilidades, uma vez que a alusão ao regional não implica em escrever uma história do local e sim, a um conjunto de análises que se vinculam a diversos níveis além, como o estadual, nacional ou internacional.

Durante o período de seu lançamento em 2001, até o ano de 2006, a revista Semina foi publicada em edição impressa. Posteriormente, passou a ter sua edição de forma on-line. As publicações feitas on-line possibilitaram maior alcance do público ao conteúdo da revista, sendo que em suas primeiras publicações impressas, as tiragens não ultrapassavam os 250 exemplares, o que demonstra uma limitação no acesso às contribuições veiculadas através do periódico.  

No ano de 2013, a revista foi cadastrada no SEER - Sistema de Eletrônico de Editoração de Revistas. Os artigos são submetidos on-line, o processo de avaliação é feito às cegas entre pares, possibilitando facilidade e transparência durante o decurso da avaliação e publicação.

A partir de 2015, a revista Semina tornou-se semestral, adotando em cada número uma temática para a composição de um dossiê, ampliando e qualificando as edições.