http://seer.upf.br/index.php/ciatec/issue/feed Revista CIATEC-UPF 2023-01-02T15:16:38-03:00 Carlos Ariel Samudio Pérez e Moacir Kripka - Editores ciatec@upf.br Open Journal Systems <p>&nbsp;</p> <hr align="center"> <p>A Revista de Ciências Exatas Aplicadas e Tecnológicas da Universidade de Passo Fundo, <strong>CIATEC-UPF</strong>, é uma publicação conjunta do Instituto de Ciências Exatas e Geociências (ICEG) e da Faculdade de Engenharia e Arquitetura (FEAR), e tem como principal objetivo divulgar trabalhos técnico-científicos oriundos dos projetos de pesquisa, pura ou aplicada, desenvolvidos tanto no âmbito da própria universidade bem como trabalhos advindos de contribuição de pesquisadores externos, que abranjam as áreas de conhecimento das ciências exatas aplicadas e engenharias.</p> http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/14025 APLICAÇÃO DE CADEIAS DE MARKOV E REGRESSÃO MÚLTIPLA LINEAR PARA ANÁLISE DOS ÍNDICES IBOVESPA, NASDAQ E NYSE 2022-12-15T12:52:28-03:00 Daniel Henrique Salvador dhsalvador@ucs.br Leandro Luis Corso llcorso@ucs.br <p>A bolsa de valores, apesar de dinâmica e sendo considerado um local de investimento de risco, é um meio capaz de render grandes ganhos financeiros a seus investidores. Nesse sentido, este artigo apresenta métodos desenvolvidos através dos modelos matemáticos de Cadeias de Markov Multivariadas (CMM) e de Regressão Linear Múltipla (RLM), para prever oscilações no índice IBOVESPA em função dos índices das bolsas americanas NYSE e NASDAQ. A fim de maximizar os ganhos e diminuir perdas na compra e venda de ações em carteira na bolsa de valores brasileira, utilizou-se uma base de dados de variação diária dos índices contemplando os anos de 2019 e 2020, que posteriormente foram aplicados para desenvolver as matrizes de transição de CMM e a equação linear de RLM. Então, através dos modelos propostos, foi avaliada a precisão de cada método, assim como uma simulação de retorno financeiro obtido com base nos resultados previstos. Constatou-se que o método de Cadeia de Markov Multivariada obteve maior precisão e maior lucro simulado, com uma média de acertos superior a 50% e 19% de retorno financeiro em todo o período delimitado.</p> 2022-12-14T15:21:37-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/13722 EFEITOS DA CAFEÍNA NO CRESCIMENTO E NA COMPOSIÇÃO QUÍMICA DE MICROALGAS 2022-12-15T12:52:28-03:00 Samuel Teixeira Lopes samueltlopes1@gmail.com Gabrielle Nadal Biolchi gabbebiolchi@gmail.com Alan Rempel alan.rempel@hotmail.com Luciane Maria Colla lmcolla@upf.br <p>Este estudo teve como objetivo avaliar a remoção da cafeína e seus efeitos sobre o crescimento e composição química de microalgas. As cepas <em>Spirulina platensis</em> e <em>Scenedesmus obliquus</em> foram cultivadas durante 40 dias em meio contendo 20 (C20) e 40 mg.L<sup>-1</sup> (C40) de cafeína (Etapa 1). A fotodegradação da cafeína foi avaliada durante 20 dias nos meios de cultivo sem a presença das cepas. Ensaios em aumento de escala (Etapa 2) foram realizados com <em>S. platensis</em> e cafeína nas mesmas concentrações. Foi avaliada a composição química das biomassas ao final dos cultivos em ambas as etapas. As microalgas apresentaram crescimento em C20 e C40, sendo <em>S. platensis</em> a cepa mais resistente. Ainda, <em>S. obliquus</em> foi capaz de remover 13,66% da concentração inicial da cafeína em C20. A <em>S. platensis</em> apresentou maior crescimento na Etapa 2 em comparação à Etapa 1, o que resultou na maior eficiência de remoção na segunda etapa (25,64% para C20, 13,33% para C40) do que na primeira (0,18% para C20, 12,31% para C40). Não ocorreu fotodegradação durante o período de 20 dias. A cafeína induziu o acúmulo de proteínas nas biomassas, com valores de até 57% (<em>S. obliquus</em>, C20). Os altos valores de proteínas possibilita utilizar as biomassas para a geração de biometano e biofertilizantes. As microalgas foram capazes de crescer em concentrações elevadas de cafeína, mostrando-se promissoras para a sua remoção e aproveitamento das biomassas geradas, havendo necessidade de mais estudos a fim de melhorar as eficiências de remoção durante os processos de biorremediação microalgal.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> 2022-12-14T19:51:25-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/13885 QUANTIFICAÇÃO DE ÍONS DE ORIGEM MINERAL POR FLUORESCÊNCIA DE RAIOS X APLICADA À NUTRIÇÃO ANIMAL – UMA REVISÃO 2022-12-15T12:52:29-03:00 Pablo Valério Silva da Fonseca 176110@upf.br Clóvia Marozzin Mistura clovia@upf.br Ana Paula Härter Vaniel anavaniel@upf.br Katiusca Galiazzi quimica@upf.br <p>A nutrição animal é inescusável para o desenvolvimento dos animais, pois, através de uma alimentação balanceada, todos os nutrientes necessários são fornecidos em quantidades equilibradas para que seu organismo se mantenha saudável. Dentre os nutrientes, os minerais desempenham funções específicas, tornando relevante o conhecimento de suas funções e concentrações para a formulação de uma dieta completa. Diante disso, foi realizada uma revisão de literatura de cunho bibliométrico com base em artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, que teve como objetivo principal, realizar um levantamento de dados referente à viabilidade analítica da aplicação de técnicas de fluorescência de raios X para a quantificação de íons de origem mineral, em amostras de alimentos destinados a animais. O levantamento de dados foi realizado no segundo semestre de 2021, nos bancos de dados disponíveis nos periódicos CAPES. A pesquisa foi realizada no Curso de Química Bacharelado do Instituto de Ciências Exatas e Geociências (ICEG) da Universidade de Passo Fundo (UPF) – RS. A verificação dos artigos mais relevantes demonstrou que a técnica é eficaz na determinação dos analitos em estudo, através de etapas simples de preparo da amostra, dispensando a necessidade da utilização de reagentes custosos, bem como técnicos altamente capacitados para sua operação.</p> 2022-12-14T19:53:51-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/14079 OPTIMIZACIÓN DE MARCOS ARTICULADOS PREFABRICADOS DE HORMIGÓN ARMADO MEDIANTE RECOCIDO SIMULADO HÍBRIDO 2022-12-15T12:52:29-03:00 Andrés Ruiz Vélez aruivel@doctor.upv.es Julián Alcalá jualgon@upv.es Moacir Kripka mkripka@upf.br Victor Yepes vyepes@cst.upv.es <p>Los marcos articulados prefabricados de hormigón armado son una estructura de uso común en las redes de carreteras. Los avances en las técnicas de optimización permiten mejorar el proceso de diseño tradicional, consiguiendo minimizar factores como el coste final de la estructura. El estudio llevó a cabo la optimización económica de un marco articulado prefabricado de hormigón armado mediante la técnica metaheurística híbrida de recocido simulado con operador de mutación. Los parámetros del algoritmo fueron calibrados mediante un diseño de experimentos factorial, consiguiendo que el algoritmo tuviera un muy buen rendimiento. Tras su calibración, la metaheurística híbrida fue aplicada, consiguiendo diseños con costes finales reducidos. Finalmente, se mencionan una serie de características principales de los marcos óptimos, pudiendo destacar diseños esbeltos con densidades de armado elevadas. Los resultados sitúan la tipología estructural considerada como una alternativa especialmente interesante frente a las estructuras ejecutadas in situ.</p> 2022-12-14T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/12248 Ferramenta computacional para cálculo do rendimento térmico de caldeiras 2022-12-15T12:52:29-03:00 Rodrigo Savi Savi Justi rodrigo.savi.justi@gmail.com Andrés Armando Mendiburu Zevallos andresmendiburu@ufrgs.br <p>Nesse trabalho é desenvolvida uma ferramenta computacional para o cálculo do rendimento térmico de caldeiras com queima de combustível sólido e óleo. O programa é escrito em linguagem FORTRAN e utiliza o método indireto para o cálculo, também conhecido como método das perdas. Além do rendimento, o programa informa ao usuário o valor de todas as perdas parciais de calor, da perda total, da energia disponível na fornalha, das vazões mássicas de ar seco de combustão e gases secos de escape e da relação mássica de ar/combustível. São utilizados dados de uma caldeira e é avaliada a influência da temperatura final dos gases de combustão em seu rendimento térmico.</p> 2022-12-15T12:47:29-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/13838 USO DE FOTOCATÁLISE HETEROGÊNEA COM SEMICONDUTORES BASEADOS EM HIDROTALCITA E DIÓXIDO DE TITÂNIO PARA O TRATAMENTO DE EFLUENTES CORANTES 2023-01-02T15:16:38-03:00 Andressa Franco Denti andressa.franco98@hotmail.com Gabriela Mesquita Bruel gabi.mesquita.bruel@gmail.com Rogério Marcos Dallago dallago@uricer.edu.br Juliana Steffens julisteffens@uricer.edu.br <p>Efluentes corantes quando liberados no ambiente podem gerar danos aos ecossistemas, impedindo o acesso da luz e assim prejudicando diversos processos ambientais. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão bibliográfica a respeito do uso de processos fotocatalíticos heterogêneos baseados em compósitos HDL-TiO<sub>2</sub> no tratamento de águas residuais de corantes. Atualmente os principais meios para o tratamento de corantes é o emprego de processos físico-químicos adsortivos, entretanto, alguns corantes apresentam alta estabilidade ao meio, dificultando a total remoção sem o emprego de processos avançados. Os POAs surgem como uma alternativa eficaz devido ao seu alto potencial redox, onde a fotocatálise heterogênea empregando dióxido de titânio apresenta vantagens devido a sua ótima atividade fotocatalítica, menor toxicidade e custos em comparação aos demais semicondutores disponíveis. Entre os desafios desse processo está o baixo potencial adsortivo do TiO<sub>2</sub>, devido a sua baixa área e porosidade, dessa forma, a incorporação em suportes argilosos, como a hidrotalcita, torna-se uma possibilidade para aprimorar as propriedades do semicondutor e assim melhorar o processo de fotocatálise.</p> 2023-01-02T15:16:38-03:00 ##submission.copyrightStatement##