EFEITO DO EXCESSO DE PESO DOS VEÍCULOS COMERCIAIS DE CARGA A PARTIR DE UMA ANÁLISE EMPÍRICO-MECANÍSTICA

Thaís Ferrari Réus, Carlos Alberto Prado da Silva Júnior, Heliana Barbosa Fontenele

Resumo


Atualmente observa-se uma tendência da substituição dos métodos empíricos de dimensionamento de pavimentos flexíveis pelos empíricos mecanicistas. O objetivo deste trabalho foi verificar a adequação das cargas de tráfego às regulamentações referentes ao limite de peso, bem como a quantificação do efeito danoso proveniente de tal carregamento. Para tanto foram realizadas simulações no programa ELSYM5 para a determinação das deformações estruturais do pavimento e posterior cálculo do Fator de Equivalência de Carga (FEC) empírico-mecanístico. Foram utilizados dados de pesagem obtidos no ano de 2009 nos postos de pesagem localizados nas rodovias BR-153 e BR-369, bem como as cargas máximas permitidas por eixo, sem considerar a tolerância. Por fim, a partir da comparação dos FEC com os FECmáximo foi possível quantificar o efeito danoso proveniente do carregamento em termos de equivalência ao do eixo padrão de 8,2 t e perceber o quanto o excesso de peso afeta o desempenho final do pavimento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/ciatec.v8i2.5031

Revista de Ciências Exatas Aplicadas e Tecnológicas da Universidade de Passo Fundo - CIATEC-UPF. ISSN 2176-4565